Respirar

Sogra cai. Falo com ela ao telefone e pergunto o que aconteceu.

Olha, sai de casa e fui apanhar o metro. Queria ir falar com o padre J às 19:30 que é a hora a que acaba a missa e já eram 19:05. Tinha medo que fosse embora porque queria falar com ele porque a S e o L querem batizar os meninos. O mais velho já está no segundo ano da catequese até mas não há problema. O L é… não sei se é preparador físico ou treinador adjunto da equipa sub 15 ou sub 17. Acho que é adjunto e acho que é sub 17. E eles têm os fins de semana sempre ocupados. Se fosse a comunhão o pai não tinha de estar presente embora quisesse mas no batizado têm de estar os dois pais e os padrinhos. Quando foi o casamento da cunhada o T fazia anos e mesmo assim ele só lá chegou às 22. Todos os fins de semana estão ocupados, o campeonato deles começa antes dos grandes e até acho que acaba depois. Mas no de dia 20 vai haver paragens. Não sei se é por causa de seleções ou porque é que vai haver paragens. E só neste dia é que ele pode batizar os meninos. E por isso eu ia falar com o padre J…

Perceberam como caiu? 😀

Anúncios

Mudanças de humor

Voltar de férias é sempre difícil. Voltar de férias para um ambiente de trabalho que não se gosta, ainda pior.

Regressar e ver toda a dinâmica mudada tem-me feito a cabeça em água.

De manhã não vou ter com ela ao café. Almoço sozinha e vou caminhar em vez de ir ter com elas.

A música é insuportável (ouvir o mafiosa 5 vezes por dia não se deseja a ninguém) e tudo são piadas privadas.

Há horas em que me apetece chorar. Várias vezes por dia.

E há um mês sentia-me feliz e realizada.

Tenho de sair dali, com urgência

Foi um ar que se lhe deu

O da esquerda é um balão com 3 meses. O da direita um balão com 1 dia. Ambas as fotos foram tiradas hoje de manhã.

É tudo, por agora…

Disponibilidade de horários

Acabei de sair de uma entrevista de emprego. O trabalho parecia-me espetacular, estavam dispostos a esperar que eu recuperasse da operação (que é dia 7, btw), as pessoas muito simpáticas. O horário não dá para quem tem um filho pequeno…

É a segunda entrevista a que vou e que não posso aceitar por causa do horário.

É a segunda vez que falto uma hora ao trabalho, que me arranjo toda, que ponho o melhor sorriso. E eles ficam satisfeitos e querem que eu vá trabalhar com eles.

E no final tenho de dizer que não e fico desolada…

Dormir em paz

Dia 25 de março de 2017 ficou marcado pela perda de uma das pessoas mais genuínas que tive o prazer de ter na minha vida.

Dia 25 de março de 2018 fica marcado pela tristeza, desilusão e raiva de ver a vida a ir pelo cano.

Há 7 anos que estamos juntos. Já passamos por muito, já nos zangamos, já nos bloqueamos, já fizemos as pazes. “Casamos” só os dois, tivemos um filho. Vivemos na casa mais maravilhosa de todas as casas.

E tudo isto foi pelo charco porque, como dizia a avó do outro, o homem tem 2 cabeças mas sangue suficiente para só uma funcionar.

Os últimos tempos não foram fáceis. Distanciamo-nos, deixamos de cuidar um do outro, vivíamos na rotina do trabalho que ambos odeiam, da família, da casa que é preciso cuidar e do herdeiro que é tão importante.

Mas no início do mês fizemos uma promessa de renovar. De namorar, de estarmos juntos, de olharmos um para o outro com os olhos de ver e não só de passagem.

No domingo li coisas que me partiram o coração. Partiram. Em bocadinhos. Quase, quase em areia.

Não gosto de estar aqui. Não queria ter saído de casa. Era o meu lar.

Queria sair do trabalho e, como ainda é de dia, ir com o miúdo ao parque em frente. Comprar o pão todos os dias antes de ir para o trabalho. Tomar um café na varanda.

Aqui não consigo dormir. A cama range, o herdeiro acorda a toda a hora, as noites são passadas em claro. Não durmo. Não consigo.

Ter de reorganizar toda uma vida não é fácil. Principalmente quando estamos cheios de mágoa.

Mas não será isto que vai ditar o fim. Vou reerguer-me. Vou renascer. Está prometido.

Conclusões

É muito fácil perder peso. Só é preciso passar fome…

Passaram-se exatamente 4 meses entre a primeira pesagem e esta que aqui está. Em 4 meses perdi 10kg. Mas também posso dizer que passei fome.

Podia ter continuado. Podia ter perdido mais 10 e ficava como queria. Mas desisti.

Não sei nem porquê…

Ja se passaram 2 meses desde esta pesagem e acho que já passei dos 70 outra vez.

Desisti…

Mudanças

A minha irmã mudou. De casa, cidade, país, continente e fuso horário. Foi algo difícil de aceitar, que se vai amenizando com o WhatsApp mas mesmo assim não é fácil.

A cria, dias depois de festejar um ano de namoro (e de ter preparado a prenda mais espetacular que o rapaz alguma vez vai receber na vida), levou com os pés e está há uma semana com uma depressão numa onda de não-como-não-durmo-o-mundo-acabou.

Eu atualizei o meu CV e todos os dias respondo a anúncios de emprego. Quero sair daquele sítio que me faz tão mal, onde as funcionárias são tão mal tratadas e os clientes só não são mais porque somos boas pessoas e não somos capazes…

E comprei um carro. O meu 2o carro. O primeiro tinha 14 anos, este ainda não fez 2. Deve chegar esta semana e só será mesmo meu lá para 2022 mas a entrada foi dada pela minha falecida tia e o dinheiro que me deixou.

  • Calendário

    • Novembro 2018
      S T Q Q S S D
      « Set    
       1234
      567891011
      12131415161718
      19202122232425
      2627282930  
  • Pesquisar