VCI

Alguém me explica faxabôre porque é que as placas das saídas da VCI têm um quadrado amarelo no canto superior direito?

Obrigada.

Baby Beckham

As Spice juntaram-se para uma última tour (dizem elas). E no último concerto, numa música chamada Mamma, cada uma delas trouxe os rebentos ao palco. Quer dizer, a sporty não tinha nenhum, mas a Victoria tinha 3 para compensar. E o mais novo deu um show bem melhor que as pindéricas que faziam de conta que cantavam… (Vejam a partir dos 40 segundos):

Monstro mau

Muito, muito bom!!!

Frase do dia – 26 de Fevereiro de 2008

Be nice to everyone on your way to the top, cause you will always pass them on your way down.

Fascinação

A semana passada fui com o meu homem ao Parque Nascente.
Como é sabido por todos (sim, toda a gente sabe isso!), este shopping orgulha-se de ser o único no mundo com animações diárias. Quando entramos, estava um homenzinho ao piano.
E tocava uma música linda que eu sabia que conhecia mas não me lembrava qual era. Momentos mais tarde, bateu-me: Fascinação da ENORME Elis Regina.

Tomei conhecimento desta música há uns anos atrás, quando numa das minhas aventuras de DJ de casamentos, os noivos a escolheram para “abrir o baile”.
E desde esse momento que a adorei.

Gosto mais da versão ao vivo, mas essa não a encontrei no youtube. Tenho a música em mp3, mas o wordpress não aceita “embebed objects” do imeem.
Assim sendo, cá fica o vídeo possível de arranjar. Enjoy!

Frase do dia – 25 de Fevereiro de 2008

If you can’t beat your computer at chess, try kickboxing.

O bom português

Alevantar
O acto de levantar com convicção, com o ar de ‘a mim ninguém me come por parvo!… alevantei-me e fui-me embora!’.

Amandar
O acto de atirar com força: ‘O guarda-redes amandou a bola para bem longe’

Aspergic
Medicamento português que mistura Aspegic com Aspirina.

Assentar
O acto de sentar, só que com muita força, como fosse um tijolo a cair no cimento.

Capom
Porta de motor de carros que quando se fecha faz POM!

Destrocar
Trocar várias vezes a mesma nota até ficarmos com a mesma.

Disvorciada
Mulher que se diz por aí que se vai divorciar.

É assim…
Talvez a maior evolução da língua portuguesa. Termo que não quer dizer nada e não serve para nada.
Deve ser colocado no início de qualquer frase. Muito utilizado por jornalistas e intelectuais.

Entropeçar
Tropeçar duas vezes seguidas.

Êros
Moeda alternativa ao Euro, adoptada por alguns portugueses.

Falastes, dissestes…
Articulação na 4ª pessoa do singular.
Ex.: eu falei, tu falaste, ele falou, TU FALASTES..

Fracturação
O resultado da soma do consumo de clientes em qualquer casa comercial.
Casa que não fractura… não predura.

Há-des
Verbo ‘haver’ na 2ª pessoa do singular:
‘Eu hei-de cá vir um dia; tu há-des cá vir um dia…’

Inclusiver
Forma de expressar que percebemos de um assunto. E digo mais: eu inclusiver acho esta palavra muita gira.
Também existe a variante ‘Inclusivel’.


A forma mais prática de articular a palavra MEU e dar um ar afro à língua portuguesa, como ‘bué’ ou ‘maning’.
Ex.: Atão mô, tudo bem?

Nha
Assim como Mô, é a forma mais prática de articular a palavra MINHA.
Para quê perder tempo, não é? Fica sempre bem dizer ‘Nha Mãe’ e é uma poupança extraordinária.

Númaro
Também com a vertente ‘númbaro’. Já está na Assembleia da República uma proposta de lei para se deixar de utilizar a palavra NÚMERO, a qual está em claro desuso.
Por mim, acho um bom númaro!

Parteleira
Local ideal para guardar os livros de Protuguês do tempo da escola.

Perssunal
O contrário de amador. Muito utilizado por jogadores de futebol.
Ex.: ‘Sou perssunal de futebol’. Dica: deve ser articulada de forma rápida.

Pitaxio
Aperitivo da classe do ‘mindoím’.

Prontus
Usar o mais possível. É só dar vontade e podemos sempre soltar um ‘prontus’! Fica sempre bem.

Quaise
Também é uma palavra muito apreciada pelos nossos pseudo-intelectuais… Ainda não percebi muito bem o quer dizer, mas o problema deve ser meu.

Stander
Local de venda. A forma mais famosa é, sem dúvida, o ‘stander’ de automóveis.
O ‘stander’ é um dos grandes clássicos do ‘português da cromagem’…

Tipo
Juntamente com o ‘É assim’, faz parte das grandes evoluções da língua portuguesa. Também sem querer dizer nada, e não servindo para nada, pode ser usado quando se quiser, porque nunca está errado, nem certo.
É assim… tipo, tás a ver?

Treuze
Palavras para quê? Todos nós conhecemos o númaro treuze.