Coisas que me mexem com os nervos

À conta de uns negócios de família, o N. tem ido cerca de 2 vezes por ano ao Dubai. Vai em férias, com a família, tudo pago, sem se chatear.

Mas o N. é também um “coitadinho” que só está bem quando as pessoas têm pena dele. Por isso, em vésperas de ir pela segunda vez este ano, queixava-se 

Ah, aquilo nem vão ser bem férias… a minha irmã partiu uma perna por isso vou ter de andar a tratar dela! 

E aí tive mesmo de lhe mandar 2 berros. Porque o gajo já foi 6 vezes a um sítio que eu se calhar nunca irei, porque vai sem gastar um tusto, porque fica em hotéis top 5 estrelas, e mesmo assim precisa de arranjar coisas para tornar aquilo “chato”

Gozar com os pobres é isto mesmo… 

Anúncios

Perder quem já estava perdido

E foi no domingo, dia 13, que a minha tia partiu. A notícia era esperada já há muito mas mesmo assim caiu como uma bomba. 

Na realidade ela já não era a mesma há muito tempo, acamada, fraca, quase sempre a dormir. Mas ainda sorria quando nos via e, a maior parte das vezes, conseguia arrancar-lhe um aceno com a mão quando me ia embora.

Dizer-lhe adeus foi muito difícil. Porque se passamos tanto tempo chateadas, tanto tempo a discutir, tanto tempo a desejar estar noutro lugar, ao mesmo tempo foi quem mais me amou a seguir aos meus pais. Fez tudo por mim, mesmo quando sai de casa aos 19 anos, chateada com a família.

Ela já tinha partido há muito. Agora só deixou de estar “ali”, onde a podia ver de vez em quando. E dói… 

Vagas memórias

Já há muitos anos que me queixo que tenho uma memória péssima. Não sei se tenho mesmo algum problema ou se é cansaço aliado a muitos anos de má vida mas a verdade é que não me lembro de 90% da minha infância nem de muitos outros tempos que as pessoas da minha idade se lembram tão bem.

Ontem disse à cria o J. vem cá trazer almôndegas que comprou no colégio por isso é o que vamos jantar, Ok? ao que ela me responde outra vez?

Bloqueei e fiquei a pensar será que comemos almôndegas ontem e eu não me lembro? Até que lhe perguntei mas já não comemos almôndegas há muito tempo, pois não? 

E a resposta lá veio não, mas acabaste de me dizer isso.

Ok. Aqui congelei mesmo. Não me lembro de lhe ter dito isso antes e, segundo ela, foi uma questão de 1 minuto.

Não sei o que se passa comigo mas não ando bem…