Hoje era só mesmo isto

Anúncios

A propósito do Fado, Património da Humanidade

O meu pai tinha expressões. Coisas que dizia, em certos momentos, sempre.
Por exemplo, entrava no banho e dizia “Mamma mia, ma che freddo fa!”.
Ou, se levantava a voz, dizia “Eu não estou a gritar, estou a falar com veemência!”.
Ou ainda o típico “Olha para o que eu digo e nunca para o que faço” quando o acusava de errar em situações pequenas (nas grandes nunca o fez!).
E sempre que alguém dizia “Mas afinal…” ele respondia “E afinal, desventurada, quem és tu?”.
Tenho que me deixar de posts tão pessoais…

Tradução do dia

– You know, this is one of those moments I could really use your support.
– Sabes, este é um daqueles momentos em que podia mesmo usar o teu suporte.

Road rage

Peões que atravessam a rua em sítios perigosos e que olham chocados para os carros que passam.
Carros estacionados em segunda fila que impedem o trânsito de uma rua inteira.
Pessoas que não agradecem quando deixamos entrar na fila.
Bestas que não deixam entrar ninguém.
Políticos.
Falta de comunicação.
Mentiras.
O sentimento de que estamos a perder aos poucos uma coisa boa.
Falta de coragem.

Sou tão parolinha…

Gosto tanto destas coisas e verto sempre uma lágrimazinha enquanto sorrio.

Invisible

Há uma colecção gigante, mas guardei só os (que achei) melhores. Para mais tarde recordar. (Cliquem para ver maior)