Pai Natal

– Porque é que todas as pessoas me deram prendas de natal menos as pessoas cá de casa? Porque é que todos os anos a mamã nunca me deu prenda de natal?

– Olha… Porque se calhar há certas coisas que tu precisas de saber sobre o Pai Natal… Quem compra as prendas que o Pai Natal dá somos nós. Eu comprei o XXX, a vovó comprou o YYY e a Tita comprou o ZZZ…

– Então mas como é que vocês depois deram as prendas ao Pai Natal? Estiveram com ele?

– Olha, cria adorada do meu coração… O PN não existe.

– Então mas quem é que tocou à campaínha quando as prendas apareceram?

– Foi a Tita.

– Ah, está bem… Então e porque é que na televisão eles dizem que o PN mora no Polo Norte?

– Porque a televisão mente muito…

– Ah, está bem.

Fica registado este dia…

Anúncios

Socoooooooooooooorro!!!

Se tenho de assistir a mais UM episódio do “Paixões Proibidas”, vai haver sangue!!!!!!!

Natal – o dia

O canídeo acordou de ressaca. Ontem passou grande parte da noite de Natal a bebericar do balde onde o perú estava a temperar.
Balde esse que continha largas doses de vinho, aguardente, whisky e vinho do Porto. Passou o resto da noite descontroladamente a mijar em todos os cantos da casa…
Escusado será dizer que hoje de manhã a bicha mal se mexia… Vómitos, prováveis dores de cabeça, olhar de desprezo para a taça cheia de comida; todos os sintomas batiam certo.
Mas para ajudar à festa, o meu avô foi para o hospital. Está lá há 5 horas e não parece que saia tão cedo.

Eu? Continuo a odiar a época festiva e tudo o que lhe é associado…

É Natal, é natal, tra la la la la…

Sim, o Natal começou hoje.
E começou hoje porque hoje chegaram os meus avós da aldeia. E se eu não conto isto a alguém ainda expludo no meio da sala…

O meu avô está velho e chato. Para mim, ele sempre foi velho e chato, mas a coisa parece ter vindo a piorar com o passar dos anos.
A minha avó é uma jóia de pessoa mas surda que nem uma porta e com alguma dificuldade em perceber tudo o que vai além do Preço Certo e do “programa do Malato”, ao qual adormece sempre nos primeiros 5/10 minutos…

Os meus avós sempre tiveram cães na aldeia, mas eram cães “de caça e de guarda”, o que quer dizer mais ou menos “bicho desses não entra em casa, não se chega a pessoas” e tudo o mais que isso implica.
Ora pois, com um canídeo bebé cá em casa já se imagina o circo… Ainda por cima o velhote anda de muletas e o raio da bixa acha mesmo piada aquilo

“Deve ser fixe para trincar, deixa cá experimentar…”

Resultado?
A bicha de 5 em 5 minutos leva com uma muleta na cabeça.

E depois ladra. Reclama e ladra muito alto.

E a cria grita para a bicha se calar.

E a minha mãe grita para a cria se calar “que já não aguento mais!!!”.

E a velhota diz “Marianinha, comeste muito pouco… Eva, vai comer, deixa a cadela”.

E isto dura há 2 horas.

E eu tranquei-me na casa de banho a escrever isto e a fumar um cigarro.

Não, a fumar dois…

Para quem (como eu) não lê jornais…

pac_jn

Músicas de Natal

O Espírito Natalício está a apoderar-se de mim!!!

Frase do dia – 17 de Dezembro de 2008

Be nice to nerds during school. You might end up working to one of them.