Parada do Pinóquio

Imaginarius, Festival de Teatro de rua de Santa Maria da Feira, está quase quase a acabar.
Podia ter falado mais cedo disto, numa de “vão até lá” mas a verdade é que nem eu sabia para o que ia ontem à noite.
O que começou por um “Vamos a Santa Maria ver Fura dels Baus” acabou num show de percussão e fogo de artifício, passando pelo fantástico Pinóquio.
First things first.

Fura dels Baus é sempre uma coisa a não perder. O show, a interacção, o banho que o Grillo levou, o arroz que colava ao meu corpo, a tinta que colou ao meu casaco, tudo isto fazia parte de Imperium, um show mesmo do outro mundo! Mais info aqui, se quiserem.

Mas quando saímos e nos sentámos numa esplanada a curtir os 20 e muitos graus que se faziam sentir às 11 da noite (e enquanto o Grillo tentava secar a camisa dele), decidimos ir ver mais coisas.
E no caminho para les commandos percu, um concerto inacreditável que combinava percussão com fogo de artifício, o impensável aconteceu.

Pinóquio, uma marionete com 7 metros de altura, movida por uma grua e uma porrada de gajos, andava a passear pela cidade, num show de música, dança, teatro, e também mais fogo de artifício.
Sentados em cima de fardos de cartão para reciclar, tivemos vista priveligiada para aquilo que não esperávamos.
E ainda hoje me arrepio de pensar no que vi…
O Nuno continua (e muito bem) a fazer-se acompanhar da máquina fotográfica, por isso cá fica a prova do que ontem me arrebatou completamente.

DSC01057

Riqueza

vendedor

Vejam lá a minha sorte quando ganhei, sem qualquer tipo de sorteio, um fim de semana grátis para 2 pessoas numa casa de turismo rural.
Vejam lá a minha sorte quando a viagem era para levantar no sítio exacto onde, uma semana antes, tive uma entrevista de emprego e os mandei foder por não querer ser escrava deles.
Vejam lá a minha sorte quando até me sentei na mesma cadeira exactamente da última vez.

Vejam lá a sorte do desgraçado quando me queria vender isto aquilo e acoloutro (por apenas 163€ por mês) e o mandei foder.
Nunca tinha visto um homem adulto a amuar, de braços cruzados a olhar para o chão e a queixar-se ao gerente “Ela não me deixa trabalhar…”

Só não uso o voucher do fim de semana grátis para fazer filtros porque deixei as ganzas há muitos anos…

Avós

Pequena aldeia na Serra da Estrela, a quilómetros de nós e a quilómetros do hospital.

Avó à espera de cirurgia ao fígado há alguns meses.
Ligam do hospital:
“A senhora vai ser internada amanhã de manhã e operada à tarde”
“Ah e tal, o meu marido está um bocado mal, não o quero deixar sozinho em casa, dá para ser noutra altura?”
“Claro, a senhora fica em lista de espera, mas tenha em atenção que será sempre chamada de um dia para o outro”.

Avô internado no dia seguinte.
“Mais valia ter ido para ser operada, assim ficávamos os dois juntos”.

Avô continua internado,
“a senhora vai ser operada amanhã”
“Boa, assim ficamos lá os dois”

Avó é internada e avô tem alta.
Avó é operada e avô volta a ser internado.

Avó pensa que avô está num lar onde estão a tomar conta dele e não sonha que está um piso abaixo dela.
Avó não tem alta porque houve “complicações”.

Avó e avô em situação instável no hospital da Guarda.

Mãe às aranhas sem saber se há-de ir para lá ou não porque nunca sabe quando algum dos 2 terá alta.

Baratas tontas no Porto, 2 almas perdidas na Guarda sem saberem onde está “o outro”.

Tio Belmiro

Mais vale neste país, ganhar metade e estar activo. A pior coisa é as pessoas baixarem os braços, baixando os braços não se pode resolver nada”, afirmou o empresário. in rtp.pt

Oh tio, com todo o respeito, vai-te foder!
A suposta crise dá-te é um jeito do caraças para contratares escravos a menos do ordenado mínimo nacional e sem qualquer respeito pelas pessoas…

Canídeo

DSC00096

Pose já-sei-que-vou-levar-porrada.

Estou farta de andar a correr atrás dela de cada vez que foge.
Fica o aviso que não há próxima vez. E se alguém a encontrar na rua e quiser ficar com ela, força. É meiga, amiga, brincalhona, adora crianças. Tem tudo para ser o teu próximo animal de estimação!!!

Life is…

maid

A Direcção de Recursos Humanos XXX acusa a recepção do seu Curriculum Vitae, tendo merecido a nossa melhor atenção.
No entanto, de momento não nos é possível considerar a sua candidatura.
Todavia o seu Curriculum Vitae, bem como os demais elementos considerados relevantes, ficam registados na nossa Base de Dados para futuros processos de recrutamento e selecção.
Agradecendo o interesse que manifestou, subscrevemo-nos com os melhores cumprimentos.

Over and over again…

Pedimos desculpa, mas é demasiado velha.

É demasiado gorda.

É demasiado magra.

É demasiado nova.

Tem falta de experiência.

Tem competências a mais.

Claro que a queremos na nossa equipa!!! Por menos do salário mínimo nacional, pode ser nossa escrava e dizer adeus à sua família e amigos!

5 de Maio

gordo

Hoje passei o dia a sentir-me assim. Obrigada e parabéns, Nuno, Grillo e Zita.
Vocês, cada um à vossa maneira, são muito especiais. 🙂