Fim de tarde

Os meus fins de tarde têm sido assim:

Pena que têm sido de trabalho. Com a lareira acesa e um pôr de sol fantástico, só apetecia mesmo ficar ali sentada…

Anúncios

Dia das bruxas

O Halloween está a chegar (a pin-a-cloth já anda a antecipar) e portanto está na altura de pensarmos em pesadelos…
Quem, como eu, tem um Mac, pode pensar que um pesadelo seria um vírus…

O teste

Mail do século enviado pela Íssima:

Caminhava com a minha filha de 4 anos, quando ela apanhou qualquer coisa do chão e ia pôr na boca.

Ralhei com ela e disse-lhe para nunca fazer isso.

-Mas porquê? – Perguntou ela

Respondi que se estava no chão estava sujo e cheio de micróbios.

Nesse momento, a minha filha olhou-me com admiração e perguntou:

– Mãe, como sabes tudo isso? És tão inteligente…

Rapidamente reflecti, e respondi-lhe:

– Todas as mães sabem estas coisas. Quando alguém quer ser mãe, tem que fazer um teste e tem que saber todas estas coisas, se não, não pode ser mãe.

Caminhámos em silêncio cerca de 2, 3 minutos. Vi que ela pensava ainda sobre o assunto, e de repente disse:

– Ah, já percebi. Se não passasses o teste, tu eras o pai!

– Exactamente, respondi com um grande sorriso na boca.

Piada

É raro pôr aqui anedotas. Mas ri-me TANTO com esta que tinha de partilhar… Ah, e esqueçam o “Português do Brasil”. 😛

Três velhinhas muito charmosas reunidas
para o chá da tarde:

‘Puxa, acho que estou ficando esclerosada’ comenta uma delas.

‘Ontem me peguei com a vassoura na mão e não me lembrava se já tinha varrido a casa ou não’.

‘Isso não é nada’ diz a outra. ‘Outro dia eu me vi de pé, ao lado da cama, de camisola, e não sabia se tinha acabado de acordar ou estava me preparando para dormir’.

‘Cruz credo’ fez a terceira. ‘Deus me livre de ficar assim!… Isola!!!’ E deu três batidinhas na mesa: toc-toc-toc.
Olhou para a cara das outras e, calmamente, emendou:

‘Esperem um pouco que eu já volto… Tem gente batendo na porta!’

Tradição

E todos os anos, desde 2001, a tradição repete-se.
O mundo enche-se de sol, a vida torna-se maravilhosa, e o Stevie canta “Isn’t she lovely”.
Porque a minha cria é a mais lovely de todas. Porque ela merece tudo de melhor. Porque o amor é mesmo isto.

Parabéns minha coisa boa. Amo-te muito.

Chamava-se Mimi…

… eu sei, eu sei, o original é Nini. Moça de Coimbra, e tal. Mas a Mimi (nome dado pela cria) é muito mais fashion. Primeiras fotos (de péssima qualidade, diga-se) disponíveis:

13 mesinhos

Toma amor. É a prenda para ti, I’m gonna make you love me. 😀