O que dizem os teus olhos?

palavras
Se estiverem aborrecidos, sem nada para fazer, à procura de uma boa risada, façam o seguinte exercício (que eu faço não por aborrecimento mas porque tem mesmo de ser):
vão ao site net-empregos, vejam uns quantos anúncios (têm de carregar para “mostrar email”) até que vos seja pedida a “verificação de palavras”.
Depois é só carregar em “ouvir números” e aí está uma barrigada de riso!!! 😀

Divergências médicas

A minha querida avozinha (que eu adoro muito, muito, muito!) foi internada no hospital da Guarda há 2 semanas. Tem uma anemia hemolítica auto-imune (sei que são estes 3 palavrões, mas não sei qual a ordem deles) e quando chegou ao hospital estava com os valores de hemoglobina a 5, quando o mínimo é de 12.
O médico que a atendeu, polaco, que não vou escrever o nome só porque não, na altura a primeira coisa que quis fazer foi dar-lhe uma transfusão de sangue, coisa que ela não pode fazer, uma vez que, coisas técnicas que não sei explicar, o sangue iria ser atacado pelo corpo dela.
Depois de uma semana internada, o polaco decidiu dar-lhe alta com a hemoglobina a 7 (mínimo de 12, não esquecer!), sendo que ela nem sentada se aguenta.
Ontem a minha avó teve consulta no centro de saúde uma vez que não está melhor, não consegue sequer falar porque se cansa muito. Ora, o médico do centro de saúde (que também não vale a pena escrever o nome) consultou o polaco por telefone que lhe respondeu, palavras da enfermeira que estava na sala com a minha avó

“A esta altura já não há nada a fazer. Chegou ao ponto da vida dela em que vai definhando cada vez mais e por isso não há sequer medicação que lhe sirva, mais vale tirar os 4mg de Medrol”.

Alto e para o baile!!!!! O quê???? Então a senhora está doente, mas como já é velhinha, não há nada a fazer???
Antes de ser hospitalizada a minha avó estava impecável! Sim, tem 86 anos, mas está aí para as curvas.
Ora, hoje a minha mãe ligou para a médica que normalmente atende a minha avó na Guarda, a fantástica Dra Ana Sousa, que disse que em vez de se retirar os 4mg, se deveria dar, durante 15 dias, 16mg.
Para ver se ela arrebita e volta à normalidade, porque ainda tem muito para (me) dar.
E um pau nas costas ao polaco, não?

A mais bela do mundo

A princesa colocou o espelho contra a parede, para poder ver melhor como lhe ficava o vestido cor de céu que a rainha mandara fazer para a sua festa de aniversário.
Perante a imagem que o espelho lhe devolveu, a princesa, vaidosa desde o dia do seu nascimento, gritou:
– Sou a mais bela do mundo!
Nesse momento ouviu-se uma gargalhada tão forte que até o espelho estremeceu e por pouco não se desfez em cacos sobre a alcatifa do quarto.
– Que conheces tu do mundo, ó princesa? – ouviu-se então uma voz que entrava com força pelas janelas do quarto.
A princesa tremeu de susto.
– Quem me fala assim? – perguntou, a medo.
Segunda gargalhada:
– Sou eu.
– Eu quem? – perguntou a princesa, sem perceber nada.
Terceira gargalhada:
– Eu. O mundo. O mundo que está lá fora, por detrás das janelas do teu quarto, para lá dos muros do teu palácio e das montanhas do teu reino. Um mundo com que tu nem sonhas. Um mundo cheio de pessoas que nunca viste. E entre essas pessoas, quem pode assegurar-te de que não existe uma princesa mais bela do que tu?
A princesa suspirou fundo.
E, após alguns minutos, depois de olhar de novo para a sua imagem no espelho contra a parede, murmurou:
– Sou a mais bela do meu quarto…

Alice Vieira

Se o Gaspar se dirige ao público, eu também o faço

Ponto nº1: aos 33 anos, sem nada aparente que o provoque, aparece-me um puto dum herpes gigante no lábio. Assim, sem avisar.

Ponto nº2: esta temporada do twd é tão boa tão boa tão boa que estou completamente vidrada e a contar os dias até ao próximo episódio. Há muito que não colava assim.

Ena pá que isto é tão ‘pralá de espetacular ‘caté merece um título assim bem grande!!!

As minhas calças não me servem. Atenção: não é “estão apertadas”.
Não entram mesmo. Estou uma bola.

Fim de semana

Sushi (do que eu gosto) na sexta, francesinha (da que eu gosto) no sábado.
Lareira acesa.
12 horas de sono seguidinhas no sábado à noite.
Sonhos bons.
Valeu a pena, sim senhor.

Ai se eu te pego…

Se apanho o engraçadinho que esta noite me ligou às 03:57 e às 04:58, bem como no dia 26/10 às 02:56 e no dia 14/10 às 06:35, parto-lhe um qualquer ossinho ou dois.
Estou farta de acordar a meio da noite, preocupada porque pode ser importante (a A. está a passar um momento muito difícil com tratamentos agressivos e não anda nada bem) e ter silêncio do outro lado.
Parece que só me querem mesmo ouvir a dormir.