Oh gosh….

Sei que estou realmente velha quando a cria me diz que a festa de anos do R. vai ser sábado à noite, numa discoteca, até à meia noite…

Anúncios

Outono

Este fim de semana acabou o verão pelo nosso calendário. O grande problema é que olhando pela janela, acabou mesmo.
Tanto o ano passado como há 2 anos andei a fazer praia até perto do aniversário da cria (que fica na segunda metade do mês de Outubro) mas parece que este ano já não há sol que me pegue…
Sábado à noite choveu tanto que começaram as inundações e chamadas para os bombeiros. As noites estão frias, os dias cinzentos e eu detesto isto tudo.
Além do mais, hoje tanto a cria como a avó estiveram em casa, doentes. O canídeo também teve de ir ao vet por causa de umas peladas (diz a dótora que é stress, mandou tomar uns ansiolíticos, juro!!!) e eu no vai não vai, acabei por nem ir ao ginásio hoje. Por isso também nem me pesei (já que é porta com porta).
A crise continua e vai de mal a pior, querem passar o tabaço para mais de 5€ o maço, não há anúncios de emprego novos e eu cá vou batalhando, vendendo umas coisecas aqui e ali.
Já considerei a hipótese de retomar os anti-depressivos para que não me dê uma merdinha má…

Em resumo…

Women are angels. And when someone breaks our wings, we simply continue to fly.
On a broomstick. We’re flexible like that.

Peso dia 03.09.2012: 63.700Kg
Peso dia 10.09.2012: 63.950Kg
Peso dia 17.09.2012: 63.650Kg

Pequenas mentiras que contamos a nós próprios (e aos outros)

O N. está sem emprego há anos. Anos. Tantos que não sei como não deu em doido.
Ou melhor, ele deu e ainda não reparou nisso. Eu estou há 2 meses e já bato com a cabeça nas paredes, e todos os dias é ver-me enviar candidaturas e responder a anúncios e mesmo pedir cunhas (hoje de manhã até ao treinador do ginásio falei).
O N. teve, desde que acabou o curso (e que eu me lembre), uns 3 ou 4 empregos. E acho que os anos 2000 ainda não tinham entrado nessa altura.
Há um ano teve também um azar do caraças com uma doença grave (espera, já foi há mais do que isso, foi há quase 2!), o que fez com que desistisse ainda mais da “ideia de arranjar um emprego”.
O tratamento durou 6 meses e deixou-o debilitado e sem sensibilidade nas mãos e pés. Quando lhe comecei a chagar a cabeça para procurar emprego dizia que não podia por causa disso.
Como se, ao enviar uma candidatura, fosse imediatamente chamado para se apresentar ao serviço.
Quando a coisa começou a melhorar, o N. começou a enviar candidaturas. Frustrado por não ser chamado a nenhuma entrevista, dizia-me que havia poucos anúncios para a área dele. Cheguei a chatear-me com ele quando vivíamos (vivemos) numa altura de crise e ele só respondia para “a área dele”. Passou-se um ano e até agora nada.
Há uma semana, a mãe dele adoeceu. Está no hospital e provavelmente ficará lá algum tempo.
Hoje o N. perguntava-me o que fazia. Quando lhe respondi que estava a responder a anúncios de emprego, respondeu-me “Agora não posso pensar nisso porque quando a minha mãe for para casa vai precisar de mim. Por isso não posso arranjar emprego”.
Chegou a um ponto em que só quer estar em casa mas, ao mesmo tempo, só se queixa que está em casa. Precisava urgentemente de um “abrólhos”.

E eu não sei honestamente se ele sabe deste blog. Creio que nunca lhe falei dele (como à maior parte dos meus amigos), mas caso isso tenha acontecido, numa noite de copos e posterior amnésia, sei que ele se identificará em tudo o que aconteceu.
E pode até acontecer que não me dirija mais a palavra, mas pode ser também que lhe bata lá dentro e que ele perceba que não pode continuar a adiar a vida dele.

Absolutamente espectacular


Peso dia 03.09.2012: 63.700Kg
Peso dia 10.09.2012: 63.950Kg
Um dia destes preciso de uma balança de gado…

A B.

A B. é a umpa-lumpa nazi que me dá tareias no ginásio. Depois também ha o R., bem mais soft, mas esse só lá está 2 vezes por semana. A B. é mais ou menos isto que se segue, mas com cabelo comprido, óculos, e o rabo que quero igual para mim: