Dieta, week 3

Pois é. Não foi o facto de ter engordado 23kg nos últimos 16 anos (!!!) mas sim a saúde que provocou isto. No último mês foram vários os médicos que visitei e entre um quisto benigno na tiróide a uma hérnia bastante dolorosa na barriga, somando históricos familiares assustadores dos 2 lados da família (os diabetes da minha mãe e o facto da minha avó materna ter morrido aos 40 com problemas de coração) e análises fora do comum fizeram com que fosse parar à Dra G., que já é médica da minha mãe e da minha irmã.

Vou na terceira semana de uma dieta definida por mim com bases dadas por ela. Como sopa a todas as refeições, não como hidratos ao jantar, acabaram-se os doces (e o meu rico croissant ao domingo) e as porcarias em geral é uma vez por semana permito-me esquecer a dieta.

Ontem, por exemplo, arrisquei tudo numa francesinha e estive até à hora de almoço de hoje com ela no bucho… :S

A 07 de outubro a minha avó partiu. A minha querida velhinha, que tanto sofreu, que tanto aguentou, que tantas vezes achávamos que era desta e ela dava a volta, encontrou finalmente o descanso. Fiquei muito triste com esta perda, o último mês dela foi de sofrimento atroz. Foi o melhor, é o que costumam dizer, ou já não sofre mais.

Dois dias antes fui vê-la. Disse ao R. vamos, para ela se despedir do herdeiro. Muito longe de saber que eu também me ia despedir.

A minha velhinha morreu com 92. Não preciso de chegar a tanto, mas quero ficar saudável para os meus filhos (e para mim)

Nota: peso antes da dieta, ao sair do Consultorio: 73.3

Anúncios

Acidentes domésticos 


Hoje foi uma tablete de toblerone. Agora que já não estou exclusivamente a dar de mamar a coisa torna-se complicada… Além do mais o plano de meia hora de corrida por dia (na passadeira, o objetivo é em agosto conseguir correr 5km sem parar e lá para o final do ano novas aventuras) não pode ser cumprido religiosamente porque nem sempre o miúdo tem babysitter.

Assim não vamos lá amigos, assim não! 

Feitas as (outras) contas

Quando publiquei o último post verifiquei que tinha uma categoria chamada “peso”.  Ora isto é motivo para escrever um outro post!

Peso pre-gravidez: 70kg

Peso aos 9 meses de gravidez: 68kg

Peso 5 dias após ter parido: 60kg

Vai ser difícil manter isto. Por uma razão muito simples… Ao amamentar estou a gastar muitas calorias e por isso como como um animal. Quando parar a amamentação como é que o estômago vai reagir a menos comida? 

A ternura dos 70

Quando atingi, há já algum tempo, os 60kg, fiquei chocada. Sim, 60 até nem é muito, dependendo da estatura. Mas eu sempre fui um pau de virar tripas. Comia que nem uma besta (no secundário eram frequentes os lanches a meio da manhã com 3 rissóis de carne e um kit-kat) e não engordava nem 100 gramas….
Depois, durante a gravidez, disseram-me que o aconselhável seria engordar entre 1 a 2 kg por mês, eu engordei um total de 7kg nos 9 meses. E a partir daí foi começando o descalabro.
Chegar aos 60 foi motivo de choque, de raiva, de depressão.
“Agora é que vai ser, agora é que vou começar a perder peso” e é um “vê se o fazes tu, que a mim não me apetece” e depois tudo na mesma.
Há 14 dias tive um consulta de desabituação tabágica (dt), para ver se consigo mesmo deixar de fumar. Na altura pesava 68kg e vim de lá com truques e coisas e pastilhas de nicotina e cenas e ansiolíticos.
A verdade é que no sábado passado, no jantar de anos do C.D., bebi e comi bastante e lá se fumaram uns cigarritos. Mas no dia seguinte nadinha, e que orgulhosa que estava.
Terça chego ao carro às 7 da manhã e pumba, vidro partido. Tentaram levar o carro (aparentemente é bastante fácil, mas eu sabia o truque para o bloquear), isto mexeu-me com os nervos e nesse dia lá foram 2 cigarros. Quarta mais um.
Hoje também tive uma segunda consulta de dt. E hoje já tinha passado os 70kg.
SETENTA MEU DEUS!!!
Saí de lá tão mas tão deprimida que fumei 2 cigarros. Nunca pensei. Nunca, nunca. Setenta…
Ou deixo de comer ou não sei.
Estou de rastos…

Ena pá que isto é tão ‘pralá de espetacular ‘caté merece um título assim bem grande!!!

As minhas calças não me servem. Atenção: não é “estão apertadas”.
Não entram mesmo. Estou uma bola.

Ahahahahahahahah

Tenho para mim que não vamos a lado nenhum…

Peso dia 02.10.2012: 63.350Kg
Peso dia 09.10.2012: 63.800Kg

Postas à mirandesa e outras que tal no fim de semana não devem ajudar muito, digo eu. Será que estou só a ganhar músculo? 😀

Detalhes de mais uma semana (de não treino) que passou

Na semana passada a cria esteve doente na segunda e eu nem pus os pés no ginásio.
Na terça lá fui, fugi à umpa lumpa e fiz 9kms divididos entre a passadeira e a elítica.
Quarta, quando ia a descer a rua que vai ter ao ginásio levei com um ataque de pânico (acho que até falei disso num post a semana passada) e portanto voltei para casa.
Quinta e sexta levei com uma gripe em cima e fiquei de cama. Ou seja, não houve pesagem na segunda, mas não houve treino quase a semana toda…
Ontem deu-me a preguiça, muito honestamente. Não me apeteceu mesmo lá pôr os pés (e é o que acontece sempre que me inscrevo, mais cedo ou mais tarde), por isso voltei a não me pesar.
Hoje consegui obrigar-me a ir. Era dia de umpa lumpa, por isso voltei ao treino de passadeira + elítica e desta vez, no mesmo tempo, fiz 9.5kms.
Ah! Mas antes passei pela farmácia para me pesar…

Peso dia 17.09.2012: 63.650Kg
Peso dia 02.10.2012: 63.350Kg

Bem, tendo em conta que não me pesava há 2 semanas é mau. Tendo em conta que quase não treinei, não é assim tanto…

  • Calendário

    • Dezembro 2017
      S T Q Q S S D
      « Nov    
       123
      45678910
      11121314151617
      18192021222324
      25262728293031
  • Pesquisar