A marcha das gajas 

No passado dia 21 de janeiro aconteceu, nos EUA e também um pouco pelo mundo, uma “woman’s march”, em que as mulheres mostraram a sua revolta por sentirem que não têm os mesmos direitos que os homens. E, apesar de eu concordar com isso em muitos e diferentes aspetos, nunca pensei em, por exemplo, juntar-me à marcha, por não me sentir tão discriminada como outras mulheres. 

Eu sei, devíamos lutar por todas, mas em Portugal não se fez grande coisa, e eu até tive o 1o aniversário do E. e depois ainda vim para casa cozinhar para 6 (família do R.)

São desculpas estúpidas. Devíamos ter todos os mesmos direitos e devíamos ter todos os mesmos deveres. 

Mesmo assim sou eu quem se levanta mais cedo. Sou eu quem se arranja com o herdeiro ao colo para que o pai possa dormir, tomar banho, vestir-se sossegado. Sou eu quem faz as compras e decide quem come o quê e quando. Sou eu quem cozinha para o herdeiro e para nós. 

Ando muito cansada, doente (há 3 dias que não sei o que é respirar pelo nariz e todas as coisas maravilhosas que as constipações trazem), e mesmo assim faço tudo.

Menos a cama. Disso trata ele. 😀 

Anúncios

Dar mais de mim

Não foram propriamente resoluções de ano novo (nunca as fiz) mas na última semana tenho decidido sair do marasmo. A verdade é que a minha vida é casa-trabalho-casa e mesmo aqui em casa mal o herdeiro está na cama vou a correr para a minha e durmo.

Sim, durmo!!!! Chego à cama e aterro, adormeço sem precisar de ver uma série, um filme, sem ler, sem nada. E isto, por muito bem que me saiba, não deve ser muito saudável a nível mental. 

Por isso, quando saio do trabalho, aproveito o trânsito e ligo para pessoas com quem não falo há muito. Ligar só por ligar, saber como estão, o que andam a fazer. Pode ser pouco, mas tem-me sabido bem. 

É um começo (?) ! 

Be thankful


Cá em casa sugeri fazermos isto este ano. Para já só eu participei mas cheira-me que o R. também vai fazê-lo. A cria é que não há maneira de convencer, tenho para mim que os adolescentes não se sentem gratos por nada… 😅