As coisas feitas à pressa nunca ficam bem feitas

Chego a casa do trabalho quase às 19. Ir buscar um frango para o churrasco, chegar às 19:20, hora a que o R. e a cria saem para ir ao dragão. O herdeiro não dormiu de tarde, o que implica uma camada de sono que nem se mexe. Começa o choro às 20:30. Penso ainda é cedo, mas se calhar já vais para a cama e seja o que deus quiser. Pois, enganei-me. Está há 2 horas num dorme-chora-acorda-dorme-chora-acorda que só visto. Pensava eu que me ia deitar cedo! 

A primeira virose

Pumba! Uma semana de ama e o herdeiro já está doente! Não é uma constipação, uma gripe, uma coisa “normal”. É para fazer as coisas, fazemos bem feitas! 39.7 era a febre que ele tinha, já depois de benuron e banho longo para tentar arrefecer. 

Foi uma sexta à noite difícil, hospital às 22:00, casa às 06:40. Já não me lembro da última vez que fiz uma direta, mas esta não foi agradável…

O herdeiro está muito aborrecido, muito chato também, chora 90% do dia e NÃO DORME nada. Nas últimas 24 horas dormiu 4 no total.

Pensava eu que o fim de semana era para descansar…

Já amanhã 

Amanhã começa uma nova etapa. Para mim e para o herdeiro principalmente, mas para toda a família em geral. Eu começo a trabalhar, o herdeiro vai para a ama, a cria passa a estar mais tempo sozinha, a sogra vem cá para casa durante a tarde porque é quem vai buscar o piqueno à ama, o pai vai chegar muitas vezes antes de mim a casa…

Estou feliz e angustiada ao mesmo tempo. Eu gosto de trabalhar (nem que me queixo milhões de vezes disto ou daquilo), eu não gosto de estar em casa sem fazer nada. O trabalho não é uma maravilha, o ordenado não é sequer meio sonho (quanto mais um), mas a rotina e a ocupação fazem-me bem.

Mas foram 9 meses em casa com o herdeiro. 9 meses de “nós”, de mimos, de ligações. E sinto-me tão triste por deixá-lo…

Tenho o coração apertado, tomei meio calmante e vou deitar-me para ver se corre tudo bem. Amanhã comunico!

Bidas amanhadas como se pode

Desde que nasceu (bolas, amanhã já faz 5 meses) o herdeiro acorda para mamar durante a noite mas a coisa dura só uns minutinhos e ele adormece logo a seguir. Ultimamente dá-lhe para acordar às 05 da manhã e não dormir mais. Esta noite acordou, mamou de um lado às 05:23, do outro às 05:47 e logo a seguir ainda foi um biberão. 

São agora 07 e ele dorme o sono dos justos na cama com o pai enquanto eu me espumo porque só dormi 3 horas mas não consigo voltar a adormecer… Quando o sol nasce o meu corpo desliga o mecanismo do sono, só o volta a ligar depois de almoço que é quando não dá jeito nenhum… 

Entretanto as ânsias têm andado controladas. Honestamente não me sinto a 100%, mas isso seria difícil dado o stress todo a que tenho estado sujeita. A falta de perspectivas laborais (o F. nunca mais se decide sobre o negocio que queremos abrir), a falta de apoio com o bebé (aparentemente a licença de paternidade serve para se dormir à vontade e para ver a volta à França em bicicleta), a falta de perspectivas risonhas e felizes, tudo isto (e mais) me martela a cabeça todos os dias e a toda a hora.  Além disso, este mês veio-me o período pela primeira vez em 14 meses e para matar as saudades, já vamos em 11 dias e não mostra sinais de querer abrandar.

Por isso muitas vezes suspiro muito, sinto a respiração apertada, mas nada de ataques de pânico e nada de nervos como estava antes.

Amanhã vou para a aldeia. Como me dizia a M. ontem, nunca pensaste ter tantas saudades da tua mãe e é mesmo verdade. Só lá fico uma semana, depois o herdeiro tem de vir tomar vacinas, mas depois volto assim que puder. Preciso mesmo de descansar e nada disto está a ser fácil…

Memórias 

Quando estava no 12o ano, a estudar em ciências (porque todos os meus amigos lá estavam também), fui por 2 vezes ao Instituto de Medicina Legal assistir a, sim, eu, autópsias! Uma gaja que afinal tem a mania que é artista, que nunca sequer pensou seguir medicina ou qualquer coisa remotamente ligada ao corpo humano, meteu-se neste filme!

Quando lá cheguei a primeira vez, antes de entrarmos para a sala onde a coisa ia decorrer, avisaram-nós que é um processo violento, que nos podíamos sentir mal, que se quiséssemos vomitar era melhor sair e mais uma série de recomendações. Por último, falaram-nós no cheiro. O cheiro que existe numa sala de autópsias é indescritível e absolutamente nojento. Aconselharam-nos a usar um lenço perfumado em frente ao nariz, porque de outra maneira ia ser difícil aguentar.

A Carolina era uma miúda da turma que andava sempre com o seu frasco de CK One na carteira e por isso toda a gente foi com esse perfume despejado em lenços de papel para assistir aquilo.

Todos sabemos que os cheiros são uma parte importantíssima das nossas memórias. Por isso, 20 anos depois dessa experiência, ainda fico enjoada e seriamente incomodada quando sinto o cheiro a esse perfume ou a certos cremes que sejam similares.

Isto para dizer que é absolutamente assustador sempre que o herdeiro está com a avó paterna, sentir o cheiro a autópsia nele. A senhora enfrasca-se em cremes e perfumes e maquiagem e o miúdo sempre que vai ao colo dela vem a cheirar aquilo. Fico enjoada, apetece-me falar sobre isso mas não tenho autoridade nenhuma para falar dos corpos dos outros e do que fazer com eles.

Sempre que estamos com ela tenho de dar banho ao herdeiro, ou em último caso, passar-lhe uma água de limpeza, só para aquele cheiro desaparecer. Ontem, numa comunhão com a família paterna, ia tendo visões da autópsia, só por causa do cheiro do meu próprio filho!!! Não sei o que fazer para resolver este trauma…

Rebelião 

E ao dia 21 de maio de 2016 eu disse CHEGA! Libertem as minhas mamas!!! 

Andava desesperada, o herdeiro comia quase de hora a hora e eu tinha dores insuportáveis. Sim, o leite materno é o melhor alimento do mundo. Sim, até aos 6 meses não devem tomar doutro. Sim, devemos amamentar até eles fazerem 2 anos. Sim, a enfermeira da preparação para o parto é que tem razão, mais vale um biberão dado com amor do que uma mama dada com dor. E atenção que ela é toda pro-amamentação! 

Eu não aguentava mais, a sério! Aguentei quase 3 meses sem grandes queixas mas a ultima semana foi insuportável. Por isso toca de ir à farmácia comprar biberões, leite, termos, aquecedor, tudo!

Aos 3 meses é suposto beberem 120 a 180 ml. O herdeiro anda pelos 85ml e deita sempre um bocadinho fora depois. Além disso, os intervalos não passam muito das 2 horas, 2:30. E não parei de lhe dar o peito totalmente! (Ainda esta noite não me estava a ver, sozinha, a ir preparar um biberão às 4 da manhã)

Mas foi um alívio enorme poder alternar mamadas com biberões. As meninas agradeceram imenso, até já nem estão doridas e só passaram umas 15 horas.

O negativo da coisa? Três pontos importantíssimos:

– parando de amamentar volta a menstruação (para quem não a tem há um ano isto é terrível)

– parando de amamentar já não estou a gastar tantas calorias o que quer dizer que já não me posso lambuzar com um Napoleão por dia

– as minhas mamas estão a desaparecer…

Dupla personalidade 


O herdeiro, quando acorda de manhã, é o bebé mais bem disposto do mundo. Todo ele é conversa, sorriso, boa disposição. Dá gosto, às 7 da manhã, ver um bebé tão feliz.

O herdeiro, quando é hora de dormir à noite, é um monstro que não sei bem de quem é filho. Chora que se desunha, grita e nada o acalma. São sempre 2 horas de pesadelo em que não sabemos que mais fazer.

Comprei infacalm na farmácia. Já me tinham falado bastante disso (principalmente da versão que se vende no Reino Unido, o infacol) e dizem que as cólicas desaparecem. Pois que estou à espera, sim. Ontem começou o berreiro por volta das 23 e só parou às 2 da manhã.

Ele chora, nós ficamos nervosos e a certa altura estamos todos descontrolados. Eu sei, é a única maneira que ele tem de comunicar connosco, o choro. Mas já não aguento mesmo! Todas as noites? Sessões de choro non stop?

Hoje à tarde vou ter uma sessão de “massagens para bebés” no centro de saúde. Vamos ver se faz algum efeito e se aprendo como aquilo se faz para poder ter uma noite descansada. 

(Estou a escrever este post há não sei quantos dias, tirando a parte do infacalm e das massagens que é “de hoje”.  Por isso está tão mal escrito e tão mal terminado. Acho que o meu cérebro já não sabe como isto se faz…) 

  • Calendário

    • Agosto 2017
      S T Q Q S S D
      « Jul    
       123456
      78910111213
      14151617181920
      21222324252627
      28293031  
  • Pesquisar